* English Version below *

Versão em Português:

Este será meu primeiro “post” escrito em Português e em Inglês ao mesmo tempo, a fim de atingir o maior número de leitores para esta minha crítica. Os usuários desse “Fenix Systems” provavelmente se sentirão mais confortáveis lendo em Português e talvez alguns donos de empresas ou investidores prefiram em Inglês.

Minha namorada estava procurando um notebook para comprar e eu como um computeiro devia ajuda-la. Nesta procura eu fiquei feliz de ver que havia muitas marcas vendendo notebooks com Linux. Não que isso fosse uma novidade para mim, mas é legal ver de perto uma quantidade imensa de notebooks com Linux nas prateleiras. Fiquei ainda mais feliz ao ver que ela estava disposta a comprar e usar o notebook com Linux. No final, ela comprou um Notebook Intelbras com Linux.

Ao liga-lo vi que o sistema era um tal de “Fenix Systems” e achei q fosse mais uma distribuição Linux. Antes fosse. “Fenix Systems” é uma gambiarra completa. Eles pegam uma distro qualquer e enchem de tranqueiras deles que não funcionam direito e inserem muitos erros e problemas. Neste caso, era baseado em um Ubuntu, mas ouvi dizer que antes disso eles se baseavam no Kurumin.

Eu irei enumerar os erros encontrados:

1 – Tudo é muito feio, desde o primeira imagem de “splash screen” até o fundo de tela.

2 – Durante o boot várias mensagens de erros exibidas.

3 – Video mal configurado. Não usava a resolução indicada e fazia com que as letras ficassem embaçadas.

4 – Ambiente muito poluído com uma mistura dos ícones de desktop do MS Windows com uma mesa do MacOS X

5 – E o mais tosco de tudo: Um HD de 120Gb com apenas 12Gb acessíveis, decorrente de um particionamento mal feito.

Pelo amor de Deus, quem é que me vende um produto sem estar configurado a 100% da sua capacidade?  Uma empresa que não liga para seu consumidor ou uma empresa que acredita que 100% dos usuários só irão comprar o notebook com Linux pelo preço e depois instalar um MS Windows pirata nele?

Além disso as empresas contratadas para colocar o Linux deviam se preocupar mais em entregar o produto a 100% do que a colocar seus gráficos feios. E isso seria bem simples: Instalar o Ubuntu/Kubuntu como eles são.

Após passar algum tempo brigando com o  “Fenix Systems” eu desisti e instalei o Kubuntu com a instalação padrão e magicamente tudo estava funcionando a 100%. Mais simples, não?!

English version:

This is the first time that I use Portuguese and English at the same time in order to get lots of readers. Probably the Fenix Systems users will fell comfortable reading it in Portuguese and maybe some company owners or investors prefer English.

My girlfriend was looking for a notebook to buy and I as a computer guy should help her. I got happy when I saw lots of brands selling their notebooks with Linux on it. Ok, there is nothing new on it (at least here in Brazil), but it is cool to see by yourself a huge quantity of notebooks running Linux on the shelves anyway. I got happier when I noticed that she was willing to buy and use a notebook running Linux. In the end she bought one.

When I turned it on I noticed that Fenix Systems was running on it. I thought it was yet another Linux distribution. I’d prefer that. Fenix Systems is a complete workaround. They get any Linux distributions and put their trash that doesn’t work properly and add lots of errors and problems to this system. In this case it was based on Ubuntu. I heard they used Kurumin in the past.

I’m going to enumerate the problems I faced:

1 – Everything is very ugly, since the first splash screen image up to the background image.
2 – Lots of error messages during boot.

3 – Video was not properly configured. It wasn’t using the best resolutions and the letters was blurry.

4 – Polluted environment using a mix of MS Windows desktop icons with MacOS X table

5 – And the worst thing ever: A 120Gb HD with only 12Gb accessible due to a bad partitioning.

For the God’s sake who the hell sells a product without being at 100% of its capacity? A company that doesn’t care for its clients or a company that believes that 100% of them will buy the notebook running Linux by the price and will illegally replace Linux by MS Windows?

Besides the companies hired to put Linux on it should worry about delivery a 100% functional product instead of put their ugly images. It would be simple: Install Ubuntu/Kubuntu as they are.

After spend some time fighting against  Fenix Systems I gave up and installed Kubuntu using its default installation and magically everything was working at 100%. Simple, isn’t it?